Você está lendo...
Plataforma de frete oferece tag de pedágio automático para caminhoneiros
Mercado

Plataforma de frete oferece tag de pedágio automático para caminhoneiros

A TMOV decidiu oferecer a tag de pedágio automático após pesquisa mostrar que esse recurso ainda é pouco usado pelos caminhoneiros

21 de jan, 2022 · 3 minutos de leitura.

caminhoneiros
Crédito:Divulgação: TMOV
Pedágio automático para caminhoneiros pode traz redução de custos

Os caminhoneiros de todo Brasil contam agora com mais uma opção de pagamento automático de pedágio. A TMOV, plataforma online de cargas com foco em agronegócio, passou a oferecer o serviço Tmov Pedágio Fácil. Ou seja, uma tag de pagamento automático que pode ser colado no para-brisa do caminhão e, com isso, libera automaticamente a passagem de caminhoneiros e frotistas nos pedágios de todo o Brasil.

De acordo com o levantamento da TMOV, com a tag, os caminhoneiros podem economizar até 42 minutos de viagem, por exemplo, em um trecho de Londrina, no Paraná, até o Porto de Paranaguá (PR), em período de safra. Assim, o objetivo é otimizar tempo e dinheiro nas viagens.

LEIA TAMBÉM
MEI do caminhoneiro; veja vantagens e como se cadastrar


Economia de custos

Outro exemplo é a rota entre as cidades de Cardoso, São Paulo e Santos (SP), onde há 12 pedágios, consumindo cerca de 1 hora e 12 minutos em paradas para pagamento de pedágio. Com a tag, a proposta da TMOV é que os caminhoneiros economizem até 7 minutos em cada uma das praças de pedágio no trajeto.

Além de economizar tempo, o uso da tag pode trazer economia de combustível. Considerando o trecho de Londrina, Paraná, até o Porto de Paranaguá (PR), cada parada no pedágio consome em média de 2 a 3 litros de diesel. Com a tag, portanto, os motoristas evitam essas paradas e conseguem obter uma economia de diesel. Algo em torno de R$ 98,00, segundo a empresa.

Tag ainda não é comum entre caminhoneiros

A ideia de oferecer a tag de pedágio surgiu após a TMOV verificar que mais da metade dos veículos de cargas para o agronegócio não usa nenhum tipo de tag. Conforme pesquisa feita pela empresa com profissionais, esse público faz pagamento em dinheiro e cartões de vale pedágio. Dessa forma, isso acaba atrasando as entregas.


Conforme informações da TMOV, a nova solução está em fase piloto e deve ficar disponível no mercado ainda no 1º trimestre deste ano.