Décio Costa

18.09.2018 | 20:46 Atualizado: 19.09.2018 | 18:53

O Actros ficou mais inteligente

Nova geração do modelo da Mercedes-Benz entra em produção com sistema de direção parcialmente autônoma

Nova geração do Mercedes-Benz Actros Crédito: Foto: Daimler

Quatro anos depois de ter apresentado o Future 2025, caminhão-conceito autônomo da Mercedes-Benz, a fabricante traz para a realidade parte daquele pacote que até então era limitado ao campo das experimentações de desenvolvimento. Com base no protótipo, a empresa refaz o Actros ao incorporar no modelo mais de 60 inovações, das quais quatro são estreias mundiais.

A companhia aproveitou o IAA, o Salão Internacional de Veículos Comerciais de Hanover, Alemanha, aberto ao público de 20 a 27 de setembro, para fazer o lançamento da nova geração do Actros durante evento antecipado à abertura da feira, no qual reuniu mais de 500 jornalistas de todas as partes do mundo.

Ao trazer recursos até então presentes somente no Future 2025, a Mercedes-Benz fez do Actros o primeiro caminhão de série do mundo com tecnologia de direção parcialmente autônoma.

“O futuro chegou. Tenho a convicção de que a nova geração de nosso carro-chefe fará diferença no transporte, no meio ambiente e na socidade”, disse Stefan Buchner, chefe da Mercedes-Benz Truck durante apresentação do modelo. “Após quatro de trabalho, fizemos da visão a realidade.”

O novo Actros evoluiu com um posto de trabalho digitalizado. A partir de duas telas sensíveis ao toque, o motorista tem acesso a todas as informações do veículo, como também funções de gestão e conectividade.

Depois, o caminhão ganhou inteligência. O que até então se conhece como piloto automático adaptativo, agora funciona em qualquer faixa de velocidade. O veículo é capaz de acelerar, frear e guiar, por exemplo, no anda e para do trânsito, tirando das costas do motorista o enfadonho trabalho de alternar os pedais do acelerador e do freio a todo momento, basta a seleção da função para o novo Actros tomar conta.

O lançamento da Mercedes-Benz também incorporou um assistente de direção que monitora a lateral do veículo. Ao detectar movimentos ou objetos, um ciclista ou um pedestre, por exemplo, o sistema alerta o motorista. Caso nada seja feito, o veículo intervém freando ou até mesmo desviando.

A novidade que mais salta aos olhos, no entanto, é a ausência de espelhos retrovisores. Em vez deles, o novo Actros ganhou câmeras de vídeo.

 

Notícias relacionadas