Andrea Ramos

04.12.2019 | 15:37

Nikola Tre é caminhão elétrico baseado no Iveco S-Way

Nikola Tre, o primeiro caminhão elétrico fruto da parceria entre a Iveco e a Nikola Motor, começa a ser testado na Europa em 2020

Iveco Tre
Iveco_frente Crédito: IVECO/DIVULGAÇÃO

Nikola Tre. Esse é o nome do primeiro caminhão elétrico fruto da parceria entre a Iveco, sua controladora, CNH, e a Nikola Motor. A união entre a marca de veículos comerciais da CNH Industrial e a startup norte-americana foi anunciada há três meses. Os testes do novo modelo começam na Europa em 2020.

O protótipo do Nikola Tre é baseado no Iveco S-Way. A nova linha de pesados da Iveco foi lançada em julho, na Espanha. Na versão “normal”, o S-Way pode ter motores de 9, 11 e 13 litros, com potências entre 310 e 570 cv.

Há ainda uma opção a gás natural com 460 cv. Nesse caso a autonomia chega a 1.600 km, de acordo com dados da Iveco. O modelo se destaca principalmente por soluções de conectividade.

Protótipo do Nikola Tre foi revelado na Itália

O Nikola Tre, lançado esta semana em Turim, na Itália, passa a ser uma alternativa no mercado Europeu. O novo pesado deverá disputar compradores no mercado em que as leis de combate a emissões de poluentes são cada vez mais severas.

Com a parceria, a Nikola Motor se beneficia da experiência da Iveco no segmento de caminhões. A empresa italiana, por sua vez, passa a ter um representante com propulsão elétrica. Para viabilizar o projeto, a CNH Industrial investiu US$ 250 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) na Nikola Motor.

Segundo informações das empresas, o Nikola Tre terá versões elétrica convencional e movida a célula a hidrogênio. A autonomia será de cerca de 970 km.

As entregas da versão elétrica devem começar em 2021. A previsão é de que a opção com motor elétrico movido a célula a hidrogênio estreie em 2023.

Iveco aposta no crescimento

O projeto prevê que a Nikola Trucks forneça sua experiência na área de células a combustível, bem como seu modelo de
negócio. A Iveco e a FPT contribuirão com seus conhecimentos nas áreas de engenharia e produção em série de caminhões.

O acordo deve impulsionar os negócios da Iveco e tornar a marca mais competitiva. A empresa de origem italiana é a menor fabricante de caminhões da Europa.

A empresa vem investindo fortemente no desenvolvimento de veículos comerciais movidos a gás. A Iveco foi a única marca que não expôs nenhum veículo com motor a diesel no Salão de Hannover (Alemanha) de 2018. A feira bienal é a maior do setor na Europa.

Fundador da Nikola Motor, Trevor Milton está muito animado com o futuro. “Apenas três meses depois de assinarmos nossa parceria, conseguimos entregar esse protótipo. Imagine o que faremos nos próximos três anos”, disse o executivo.

 

Notícias relacionadas