Na Argentina a Iveco faz festa

Ao completar 50 anos no país, fabricante lidera vendas em segmento de maior demanda e prepara lançamentos

Tector faz da Iveco líder na Argentina Crédito: Foto: Iveco

A Iveco tem bons motivos para comemorar sua operação na Argentina. Além de atuar como produtora de caminhões ao longo dos últimos 50 anos sem interrupções no país vizinho, a fabricante segue como líder de vendas na faixa acima de 16 toneladas, título que detém por nove anos consecutivos.

Em mercado retraído devido às dificuldades econômicas pelas quais passa a Argentina, a Iveco se sobressaiu registrando crescimento. No ano passado, enquanto as vendas totais de caminhões e ônibus recuaram 20,9%, para 20.681 unidades, conforme aponta os dados consolidados pela Acara, a associação que representa os distribuidores de veículos, a fabricante italiana soube tirar proveito com um desempenho positivo de 1,2% em segmentos que compõem a maior demanda local.

Pelas contas de empresa, a liderança no ano passado resultou de uma participação da Iveco de 26% em um mercado em torno de 13.500 unidades, universo de médios, semipesados e pesados. “A maior parte de toda a nossa linha produzida aqui também é feita na Argentina. Mas a gama do Tector se destaca, com grande aceitação pelo transportador local”, observa Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.

Apesar de o mercado argentino de caminhões sentir os efeitos da crise, especialmente no segundo semestre de 2018, o executivo se mantém otimista com a recuperação nos próximos meses e prepara novidades para poder atender à demanda futura. “A Argentina tem força e vai continuar forte. E estaremos preparados com mais duas novas opções nos segmentos de 9 e 11 toneladas.”

O vice-presidente adianta os lançamentos na linha Tector que também estão programados para o Brasil ainda este ano. Os modelos já foram apresentados ao mercado em 2017, durante a Fenatran, ocasião na qual foram expostos como Tector 80-190 e 110-190. Os caminhões, destinados às operações urbanas, traziam o mesmo recurso ergonômico utilizado na linha Daily, com a alavanca do câmbio posicionada no painel. Na época, no entanto, a estimativa da empresa era de que as novidades estariam no mercado, pelo menos por aqui, no último trimestre de 2018.

No estande da Iveco, os modelos estavam configurados com motor FPT de 4,5 litros que desenvolve 190 cv e torque de 62 kgfm associado a uma transmissão de cinco velocidades. A ideia da marca também era dispor ao cliente a possibilidade de instalação de um terceiro eixo na versão de 11 toneladas e, ainda assim, poder rodar como VUC, Veículo Urbano de Carga.


Notícias relacionadas