Redação:

Mattel cria bonecos em homenagem a entregadores nos EUA

Entregadores, médicos, enfermeiros e paramédicos que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus viraram bonecos da Mattel, que destinará 75% do valor arrecadado com a venda em ações de apoio aos profissionais de saúde

Mattel
MATEL2 Crédito: MATTEL/DIVULGAÇÃO

Os entregadores são uma das categorias homenageadas na nova coleção de bonecos da Mattel. A fabricante lançou os brinquedos em reconhecimento a quem trabalha na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Além de motoristas de entrega, a nova série ThankYouHeroes (obrigado heróis) retrata enfermeiros, médicos e paramédicos.

Os bonecos, que já estão disponíveis em um programa de pré-venda no site da Mattel, serão oferecidos até o dia 31 de maio. Cada unidade custará US$ 20 (cerca de R$ 110) e US$ 15 (R$ 82) serão destinados ao #FirstRespondersFirs.

Trata-se de um fundo destinado à compra e distribuição de suprimentos, equipamentos e recursos essenciais. O foco são os profissionais de saúde da linha de frente de combate ao novo coronavírus e suas famílias.

Mattel ampliará ações

O ThankYouHeroes é uma ação da Fisher-Price, marca que pertence à Mattel. E será a primeira de várias outras que a empresa pretende lançar nos próximos meses.

A coleção tem 16 bonecos. Da linha de motoristas de entrega há quatro opções. “Ela foi projetada para imortalizar e homenagear os heróis da saúde e gerar doações para apoiar os socorristas”, de acordo com informações da empresa.

Vice-presidente sênior da Fisher-Price, Chuck Scothon diz que os bonecos também têm função educativa. De acordo com ele, o brinquedo pode ajudar as crianças a falar sobre o que estão sentindo.

Kit para os pequenos

MATTEL/DIVULGAÇÃO


A marca também criou um conjunto especial “Little People” (pessoinhas) para crianças pequenas. O kit é composto por médico, enfermeiro, paramédico, motorista de entrega e trabalhador de supermercado.

A Mattel também produziu 500 mil escudos faciais para os profissionais de saúde. A meta inicial da empresa era fabricar 100 mil unidades desse equipamento.

Além disso, fez doações em dinheiro e de brinquedos para Centros de Assistência à Criança. Esses locais foram criados para atender os filhos de profissionais de saúde.

 

Notícias relacionadas