Você está lendo...
MAN apresenta protótipo de caminhão elétrico pesado de zero emissão
Notícias

MAN apresenta protótipo de caminhão elétrico pesado de zero emissão

MAN apresenta seu protótipo de caminhão elétrico para o segmento de pesados e anuncia início da produção do modelo para 2024

Redação

02 de mar, 2022 · 5 minutos de leitura.

MAN apresenta protótipo pesado de emissão zero
MAN apresenta protótipo pesado de emissão zero
Crédito:MAN/Divulgação
MAN apresenta protótipo pesado de emissão zero

A MAN Truck & Bus apresentou um protótipo do seu caminhão elétrico pesado. E anunciou que a produção do modelo começa em 2024. Seja como for, a expectativa da fabricante é que, ainda em 2024, as primeiras 200 unidades estejam entregues. Ademais, a MAN está desenvolvendo outras soluções abrangentes de eMobility.

LEIA TAMBÉM
Mercedes-Benz e Scania param produção por falta de semicondutores

Assim, estima que o seu eTruck cobrirá a maioria das aplicações no setor de transporte. Para isso, passa a ofertar o eConsulting. Cujo objetivo é auxiliar o cliente na transição, por meio de uma análise holística das reais necessidades dos frotistas. Após a decisão por um eTruck, a eConsulting cobre da fase operacional. Incluindo otimização de custos. Bem como análise de rotas e otimização de frota. Até a infraestrutura de carregamento.


Do mesmo modo, no Brasil a Volkswagen Caminhões e Ônibus oferece soluções parecidas aos clientes que optam pelo e-Delivery. Primeiro caminhão elétrico desenvolvido pela marca. "Precisamos acelerar ainda mais a eletrificação da frota. No entanto, só conseguiremos aumentar a mobilidade elétrica se apoiarmos os nossos clientes em sua transição. Para isso, estamos criando soluções integradas", explica o CEO da MAN, Alexander Vlaskamp.

Investimento no hidrogênio

Dessa forma, a fabricante alemã está intensificando sua pesquisa com hidrogênio. Assim, o governo alemão investirá 8,5 milhões de euros (equivalente a R$ 48,8 milhões de reais na conversão direta) para o projeto "Bavarian Fleet".

MAN apresenta protótipo pesado de emissão zero
MAN/Divulgação

Nesse sentido, dentro do projeto a MAN vai desenvolver um caminhão a célula de combustível. E contará com a parceria da Bosch, Faurecia e ZF

O veículo vai rodar em cinco clientes em 2024. As empresas envolvidas são BayWa, DB Schenker e GRESS Spedition. Assim como Rhenus Logistics e Spedition Dettendorfer. Elas testarão os caminhões a hidrogênio em operações reais por um ano. 

Infraestrutura abrirá espaço para o hidrogênio

No entanto, o CEO da MAN acredita que a eletrificação a base de hidrogênio estará disponível a partir de 2030. Já que depende de infraestrurtura. Assim como da oferta da matéria-prima. Até lá, o uso do hidrogênio será realidade apenas em algumas aplicações. 


"É por isso que estamos pesquisando o tema do hidrogênio. E o financiamento do estado da Baviera vai nos permitir construir mais experiência no campo", diz Vlaskamp.

Produção de bateria

Um componente central para a condução livre de emissões é a bateria. A MAN começou a construir sua própria experiência. E iniciou a produção de suas baterias no ano passado. Por meio do Centro Técnico eMobility na unidade de Nuremberg, Alemanha.

Dessa forma, foram produzidas as primeiras unidades que já são avaliadas no caminhão urbano MAN Lion's City E produzido em série. Trata-se de uma bateria com capacidade de 80 kWh. Outras seis baterias rodam no ônibus urbano de 12 metros da marca. O que garante o alcance de até 350 km.