Andrea Ramos

06.08.2020 | 15:26

JSL compra Fadel Transporte e Logística

JSL adquire 75% das ações da Fadel Transporte e Logística por R$ 159,4 milhões e amplia participação no segmento de transporte urbano de alimentos e bebidas

JSL adquire 75% da Fadel Transporte e Logística
Crédito: JSL/Divulgação

A JSL adquiriu 75% das ações da Fadel Transporte Logística e, com isso, tornou-se dona da empresa. A transação, no valor de R$ 159,4 milhões, será quitada em duas vezes. Metade à vista e a outra metade, em seis meses. Pelo contrato firmado entre as duas companhias, se a Fadel conseguir bater algumas metas, como aumentar o faturamento, a JSL deverá desembolsar mais R$ 13,7 milhões.

O aumento na receita parecer ser bastante factível. No primeiro semestre de 2020, a Fadel registrou alta de 20% nas operações de transporte em relação ao mesmo período de 2019. Deve-se levar em conta que de janeiro a julho, o setor registrou retração média de 45% no Brasil por causa do novo coronavírus.

LEIA TAMBÉM: Paccar fará caminhões Peterbilt e Kenworth elétricos

“Como nossas operações são direcionadas ao varejo, mudamos só o endereço da entrega. As pessoas continuaram consumindo”, diz o fundador e presidente-executivo da Fadel Transporte e Logística, Ramon Alcaraz. Ele é sócio fundador da A empresa atua fortemente na distribuição de alimentos e bebidas,

A companhia, que opera nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e também no Paraguai, está investindo em novas frentes de negócio. A Fadel passou a atuar no comércio eletrônico e também no de bens de consumo.

Alcaraz diz que, com a compra da Fadel, a JSL ampliará ainda mais sua presença no setor de distribuição urbana e nos mercados em que atua. “Para a Fadel, aumentam a capacidade de investir e crescer. E, como as operações vão se complementar, ofereceremos um combo maior de serviços.”

JSL investe para crescer

Em 2019 a Fadel teve faturamento líquido de R$ 372 milhões, Ebtida (antes dos impostos) de R$ 60 milhões e lucro líquido de R$ 31 milhões. Para 2020, a expectativa é que o faturamento líquido da transportadora cresça 20%.

Desde o fim do ano passado a empresa vem aumentando suas operações em alguns clientes. E, com a retomada das atividades de comércio, a empresa investirá R$ 30 milhões em renovação e ampliação da frota ainda neste ano. Por ora, a companhia tem 1.500 veículos.

A empresa informa que também contratará mais motoristas. Isso porque, segundo Alcaraz, o segundo semestre costuma ser mais aquecido. A ampliação do quadro de colaboradores cisa atender as novas operações.

JSL investe para

A Fadel foi fundada em 2001 como uma empresa familiar. Cerca de dez anos depois, a companhia investiu na profissionalização da gestão. Por isso,  Alcaraz acredita que a compra pela JSL não trará grande impacto no dia a dia da companhia.

O contrato de venda prevê a permanência de Alcaraz à frente da administração da Fadel pelos próximos cinco anos. O objetivo é garantir a que migração do modo de gestão ocorra de forma tranquila e sem impactos para a operação.

Notícias relacionadas