Tecnologia

Ford testa vans autônomas e mostra eficiência

Com os testes, a Ford constatou constatou que duas vans autônomas e oito entregadores são mais eficientes que seis veículos convencionais

Redação

21 de jun, 2021 · 4 minutos de leitura.

Teste de entregas urbanas com autônomos da Ford mostra eficiência" >
Teste de entregas urbanas com autônomos da Ford mostra eficiência
Crédito:Ford/Divulgação
Teste de entregas urbanas com autônomos da Ford mostra eficiência

A Ford realizou testes reais de coleta e entrega com uma Transit autônoma. A Hermes fez os testes com a van. Ou seja, estamos falando de uma das maiores empresas de transporte de encomendas da Europa. Com isso, o objetivo é avaliar as soluções das tecnologias de veículos sem motoristas. Bem como sua interação nas ruas. Ou seja, com as pessoas.

Assim, os testes foram feitos durante duas semanas para entregas de última milha em Londres. Dessa forma, uma equipe de oito entregadores pegava os pacotes na van e fazia a última etapa a pé.

Você também vai gostar de


Como resultado, foi possível entregar o mesmo número de encomendas feito por seis vans no sistema convencional. Além disso, de forma mais rápida.

Ford aposta forte em veículos autônomos

Segundo a Ford, a meta é investir US$ 7 bilhões no desenvolvimento de veículos autônomos até 2025. Ou seja, R$ 35,4 bilhões na conversão direta. Desse total, US$ 5 bilhões (R$ 25 bilhões) já em 2021.

Assim, os valores integram as iniciativas da marca na mobilidade. Ademais, permitirão avaliar as tecnologias de direção autônoma em seis cidades dos Estados Unidos.

De acordo com a empresa, será possível identificar oportunidades e novos modelos de negócios. Além disso, o objetivo é identificar como as pessoas e processos atuais podem interagir com essa tecnologia.

Smartphone é fundamental na operação

Ou seja, no sistema convencional, o motorista faz mais do que dirigir. Ou seja, ele também tem de classificar, carregar e entregar pacotes. Bem como recolocá-los na van quando a entrega não é feita.

Porém, na van autônoma o motorista não é necessário. Além disso, os entregadores realizam o restante da operação a pé.

Nesse sentido, eles utilizam um aplicativo no celular para avisar o veículo que estão a postos. Bem como para destravar e travar o compartimento de carga. Assim, o tempo de operação é reduzido.

Conectividade e testes reais

Além disso, a van da Ford tem vários sistemas modernos que facilitam as entregas. Por exemplo, os entregadores podem abrir e fechar compartimentos por comando de voz e toques em telas digitais.

Continua depois do anúncio

Nesse sentido, as empresas poderão mudar o modo de atuação de suas equipes. Ou seja, tornando a operação mais rápida e eficiente.

Portanto, a van autônoma deve estar completamente integrada ao tipo de negócio. Segundo o diretor de veículos autônomos e mobilidade da Ford Europa, Richard Balch. ?Não há melhor maneira de identificar isso do que experimentando os processos na vida real?, diz.