Notícias

Financiamento de caminhões usados cresce 12,1% no Banco Mercedes-Benz

A linha de CDC para a compra de caminhões usados do Banco Mercedes-Benz está disponível desde 2019 e ganhou no ano passado

Redação

26 de fev, 2021 · 3 minutos de leitura.

caminhões usados" >
Crédito:Mercedes-Benz/ Divulgação
Consórcio para caminhões e ônibus crescerá até 15% em 2020, diz ABAC

Os financiamentos de caminhões usados do Banco Mercedes-Benz cresceram 12,1% em 2020. Assim, o volume de negócios foi de R$ 185 milhões, ante os R$ 165 milhões registrados em 2019.

Segundo o banco, são contratos de Crédito Direto ao Consumidor (CDC). A empresa oferece essa linha de crédito desde 2019. Contudo, elas só ganharam destaque no ano passado.

Você também vai gostar de


Há vários motivos para a alta. Por exemplo: o aumento da demanda por caminhões. Sobretudo por causa do avanço do agronegócio. Além disso, faltam modelos novos no mercado.

Marca tem site de vendas de caminhões usados

Além disso, a Mercedes-Benz passou a investir na venda online. Nesse sentido, criou a loja virtual de caminhões usados Selec Trucks.

O volume de negócios de caminhões usados do banco ainda é pequeno. Contudo, vem avançando rapidamente. A informação é do diretor de Vendas e Marketing do Banco Mercedes-Benz, Diego Marin. Ele falou ao Estradão sobre o tema recentemente.

Também em entrevista ao Estradão, o gerente da Selec Trucks, Luiz Pereira, diz que isso tem a ver com o agronegócio. Sobretudo por causa da alta das exportações. ?Motoristas agregados e pequenos transportadores tiveram de investir às pressas num caminhão?, afirma.

CDC com parcelas fixas reduzidas

Para o financiamento de caminhões usados, o banco oferece um plano batizado de CDC Flexibility. Assim, é possível dar uma pequena entrada e pagar parcelas fixas.

Segundo a empresa, os valores são até 54% mais baixos que o de planos convencionais. Do mesmo modo, a entrada é reduzida.

No fim do plano, ao banco garante a recompra por um valor previamente definido. Mas, para isso o cliente tem de cumprir as cláusulas previstas no contrato.

Há opções de 24 a 60 parcelas para os Mercedes-Benz Atego e Accelo, por exemplo. De acordo com a empresa, isso vale tanto para caminhões usados quanto para novos.

Atualizada às 10h54

Continua depois do anúncio