DAF incorpora novos itens na linha 2019

Os pesados XF105 e CF85 são beneficiados com equipamentos de segurança de série e opcionais de conveniência

DAF CF85: novos itens de série. Crédito: Foto: DAF

A DAF aprimorou a oferta nos modelos XF105 e CF85 com introdução novos itens opcionais e de série na linha 2019. Como dispositivo de segurança, os pesados passam a trazer acendimento automático dos faróis ao dar partida no motor. O recurso ainda evita multa devido à obrigatoriedade de circulação com faróis acesos nas rodovias.

A fabricante ainda passa a oferecer como opcional a tomada de força de fábrica para ambos os caminhões. Outra novidade, também sob demanda, é a quinta roda desenvolvida com placa polimérica. A tecnologia elimina a necessidade do uso graxa sobre o dispositivo e o disco de fricção. Para o transportador significa redução nos custos de manutenção e no tempo de parada na oficina.

Especialmente para as versões 4×2, a fabricante de Ponta Grossa (PR) também começa a dispor de uma quinta roda mais baixa, com 150 milímetros. A configuração permite ao transportador melhor aproveitar o volume de carga da carreta.

Segundo Luis Gambim, diretor comercial da DAF Caminhões, as atualizações introduzidas são provenientes de demandas identificadas pela empresa no mercado transportador, “elevando o conforte sem perder qualidade e robustez. Também consideramos de extrema importância o baixo custo operacional dos caminhões”.

Os DAF XF105 e CF85 são, por quanto, os únicos produtos da empresa pertencente ao Grupo Paccar produzidos e oferecidos no País. Ambos da categoria de pesados, a DAF destina os modelos para aplicações rodoviárias de médias e longas distâncias. No caso do CF ainda, a fabricante desenvolveu versão fora de estrada, como canavieiro ou madeireiro, especialmente para atender ao setor do agronegócio brasileiro.

Para o XF105, a companhia entrega em três versões de versões de cabine, uma delas, a Super Space, com altura interna de 2,10 metros. Pode sair de fábrica como 6×2 ou 6×4 equipados como motores de 410, 460 ou 510 cv e torques de 204, 234,5 e 254,9 kgfm, respectivamente. Associada ao motor, o transportador pode escolher entre caixa automatizada da ZF com 12 ou 16 marchas. Como recurso fundamental de segurança, o freio motor tem poder de frenagem de 430 cv a 2.100 rpm.

Já CF85 sai de fábrica nas configurações 4×2 ou 6×2, com cabines leito de teto baixo ou alto (Sleeper Cab ou Space Cab). O motor é o mesmo do irmão maior, porém, oferecido somente com potências de 360 ou 410 cv acoplados à transmissão automatizada de 12 velocidades.


Notícias relacionadas