Redação

29/01/2021 - 6 minutos de leitura.

Caminhões Volvo FM e FMX ganham cabine dupla

Os caminhões Volvo FM e FMX para emergência ganham versão com cabine dupla na Europa

Volvo Cabine Dupla
Volvo cabine Dupla Crédito: Volvo/Divulgação

Os caminhões Volvo FM e FMX ganharam versão com cabine dupla. As novas cabines lançadas na Europa atendem operações como serviços de incêndio e de salvamento.

Outra novidade que chega ao mercado europeu é a Actros F. A Mercedes-Benz vai oferecer a cabine desenvolvida pela engenharia do Brasil a partir de abril na Europa.

Sobre a cabine dupla da Volvo Trucks, trata-se de um produto para o mercado global. Mas a fabricante acredita que o maior mercado será a Europa. Atualmente, são vendidos três mil caminhões de bombeiros e outros veículos de resgate naquele continente.

“Agora podemos oferecer uma gama mais moderna e ampla de caminhões pesados. Esses veículos se adequam aos serviços de emergência e dos bombeiros”, diz o gerente de produto de ofertas de veículos especiais da Volvo Trucks, Lars Franck.

Cabine dupla pode levar até nove pessoas

Nesse sentido, os novos Volvo FM e FMX com cabine dupla podem acomodar até nove pessoas. Logo, oferecem espaço e conforto para os profissionais que atuam em operações se salvamento e resgate.

Segundo a engenharia da Volvo, os novos caminhões oferecem os mesmos padrões de segurança dos demais modelos da gama. Assim, dispõem do mesmo nível de ergonomia e conforto das outras variantes dos modelos FM e FMX lançados em 2020.

Porém, as janelas e espelhos retrovisores são maiores. Além disso, há opção de instalação de até oito câmeras. Ou seja, a visibilidade é ampla em todo o entorno do caminhão. Há ainda sistema elétrico de direção opcional.

O painel de instrumentos traz nova interface eletrônica. Dessa forma, inclui instrumentos digitais e botões ajustáveis no volante. Por meio deles é possível controlar várias funções do caminhão.

O teto interno alto também garante mais espaço a bordo. Além disso, as portas têm grande ângulo de abertura. O degrau de acesso é iluminado e traz sistema antiderrapante.

Simplicidade na montagem da cabine

Juntamente com a implementação dessas facilidades, a Volvo procurou reduzir o tempo de espera pelos novos caminhões. Nesse sentido, introduziu melhorias na cabine e no chassi. Ou seja, o objetivo é facilitar a conexão dos sistemas elétrico e pneumático.

Além disso, os tanques de combustível e o silenciador estão sob a cabine. Da mesma forma, os cabos elétricos e as mangueiras pneumáticas têm pontos de conexão de fácil acesso.

Actros F feita no Brasil chega à Europa

Da Mercedes-Benz, a novidade é que clientes de 24 países da Europa podem encomendar o Actros F, com cabine desenvolvida no Brasil. O caminhão começa a ser produzido na Alemanha em abril.

Para o time da Mercedes-Benz do Brasil, isso representa um grande reconhecimento. “É a primeira vez que a empresa exporta um projeto desse porte para a matriz, o que traz muito orgulho e satisfação para todos nós”. Segundo o vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, Roberto Leoncini.

Um dos diferenciais da Cabine F é a possibilidade de redução de 1% no consumo de combustível. Graças à menor altura externa da cabine. Em outras palavras, a menor área reduz a resistência ao vento e, com isso, o consumo.

“No Brasil, essa solução por resultar em economia de até R$ 500 mil por ano com combustível para uma frota com, por exemplo, de 200 caminhões”, diz Leoncini.

O interior da cabina se destaca pelo amplo espaço para o motorista e carona. A altura interna chega a 1,84 metro. Na prática, isso facilita a movimentação a bordo.

Notícias relacionadas