Ford anuncia pacote de tecnologia e serviços

Recursos de conectividade e telemetria são as primeiras ofertas vindas do Cargo Connect, protótipo apresentado na Fenatran

Ford anuncia novo pacote de conectividade para a linha Cargo
Protótipo Ford Cargo Connect na Fenatran Foto: Ford Caminhões

A Ford Caminhões começa a dar os primeiros passos na promessa de dispor ao mercado as soluções reunidas no Cargo Connect, protótipo da fabricante baseado em um 2429 8×4 mostrado na Fenatran do ano passado. No último trimestre de 2018, a montadora passará oferecer para os caminhões dos segmentos médios, semipesados e pesados central multimídia com tela de 7 polegadas, serviço de telemetria e rastreamento Fordtrac, além de contratos de manutenção calculados pelo quilômetro rodado.

O novo pacote, chamado de Ford Connect, foi anunciado pelo gerente nacional de vendas e marketing da Ford Caminhões, Oswaldo Ramos, durante o Frotas Conectadas, evento de tecnologia e transporte ocorrido em São Paulo. A oferta, no entanto, estará disponível somente para os modelos da linha Cargo a partir de 2015.

O kit de conectividade reúne central multimídia com tela sensível ao toque que permite conexão com os aplicativos Android Auto e Apple CarPlay. Segundo a fabricante a primeira com essas caraterísticas para caminhões no País. A central ainda traz entrada USB, bluetooth, comando de voz para celular e acesso ao Waze.

De acordo com Ramos, hoje mais de 90% dos caminhoneiros têm um smartphone Android. “Por isso, dispor de uma central multimídia compatível com esse sistema é fundamental para o seu dia a dia”. E para contribuir ainda mais com a rotina de trabalho do motorista, o gerente adianta que o Ford Connect também dará acesso ao Truckpad, um dos aplicativos de busca de frete mais utilizados pelo setor de transporte de carga.

Acompanha as novidades em conectividade, o Fordtrac, serviço de rastreamento e telemetria com monitoramento permanente das operações do veículo por equipe dedicada. Dentre os recursos, o cliente poderá contar com bloqueio eletrônico do veículo à distância e programa de diagnósticos de falhas com suporte dos distribuidores e da engenharia da fabricante.

Por fim, a Ford se prepara para começar a oferecer contratos de manutenção cobrados com base no quilômetro rodado, portanto, de acordo com o uso do caminhão. “O cliente paga somente pelo que roda, com a segurança de ter o caminhão sempre pronto para o trabalho. Veículo com manutenção bem-feita não quebra, não fica parado e não dá prejuízo”, resume.

Na ocasião na qual apresentou o Cargo Connect, modelo desenvolvido em parceria com Cummins, Bosch, Autotrac e Eaton, João Pimental, diretor de operações da caminhões da Ford para a América do Sul, destacou que o protótipo estaria muito mais para a realidade de hoje do que para um amanhã distante. “Os itens disponíveis podem ser lançados entre 3 meses e 3 anos”, avaliou.

Pelo o que sinaliza a fabricante com o anúncio do pacote Ford Connect, pode se esperar para breve os outros recursos reunidos no protótipo, como sistema autônomo de frenagem, alerta de ponto cego, assistente de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, alerta de fadiga, monitoramento com câmeras de 360 graus por uma central de operações, gerenciamento inteligente de carga, sistema de leitura de placas de trânsito, ajuste automático de torque e potência, sistema de diagnóstico preventivo e aplicativo que mede o desempenho do motorista.


Notícias relacionadas