Você está lendo...
Scania vai investir R$ 550 milhões em pista de testes para autônomos
Mercado

Scania vai investir R$ 550 milhões em pista de testes para autônomos

Scania vai investir nos testes e no desenvolvimento de caminhões elétricos e autônomos a partir deste ano; nova pista será concluída até 2026

Redação

10 de mar, 2022 · 4 minutos de leitura.

Scania investe em pista de testes para autônomos e elétricos
Scania investe em pista de testes para autônomos e elétricos
Crédito:Scania/Divulgação
Scania investe em pista de testes para autônomos e elétricos

A Scania anunciou recentemente um investimento de 96,1 milhões de euros, o equivalente a R$ 551,6 milhões. Os recursos serão destinados à construção de uma pista para testes de veículos autônomos e elétricos da fabricante. Dessa forma, o aporte vai ampliar a pista já existente junto à fábrica de Södertälje, sede da empresa na Suécia.

Nesse sentido, a Scania agora quer trabalhar com mais afinco no desenvolvimento de caminhões pesados a bateria de longo curso. Bem como desenvolver veículos a bateria e autônomos também para o uso rodoviário. Vale ressaltar, no entanto, que a marca esteve na vanguarda do desenvolvimento do caminhão a gás. A tecnologia foi uma aposta para a transição para os caminhões elétricos.

Entretanto, vale ressaltar que a fabricante do grifo acabou de apresentar na Europa um protótipo elétrico. Ou seja, um caminhão capaz de tracionar 64 t de carga. O modelo já está rodando em testes com clientes. Do mesmo modo, a Scania conta com operações de caminhões autônomos. Mas estes rodam apenas em ambiente controlado.


Scania investe em pista de testes para autônomos e elétricos
Scania/Divulgação

"Nossa ambição é ser líder na eletrificação de veículos pesados. E fortalecer nossa capacidade de desenvolver veículos autônomos ao longo do tempo", diz o chefe de operações industriais, Anders Williamsson.

Desenvolvimento global

Nesse sentido, no Brasil, desde 2018, a Scania faz testes com autônomos que servirão de base para a empresa oferecer novos sistemas na América Latina. Do mesmo modo, na Austrália, a marca avalia o caminhão autônomo em operação na mina da Rio Tinto. A unidade é derivada do caminhão off-road XT. A Scania mantém no grupo a Lots Group Latin America. A startup cria tecnologias autônomas para veículos comerciais.


Mais investimentos da Scania

Além da pista de testes, a Scania vai investir parte dos recursos em uma unidade de fundição de blocos de motores. Assim como vai construir um prédio para fabricação de baterias. Com os investimentos, a estimativa da Scania é iniciar a construção da pista ainda neste ano de 2022, com expectativa de conclusão até 2026.

LEIA MAIS
Cummins cria motor 'universal' que roda com qualquer combustível
Caminhão não recolhe IPI; entenda porquê não vai ter redução nos preços
Renovação da frota de caminhões vai sair do papel em breve, diz ministro

Deixe sua opinião