Mercedes-Benz lança planos de manutenção para ônibus

Novidades serão a apresentadas na Transpúblico junto com tecnologias inéditas para o segmento

Foto: Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz aproveita a Transpúblico, feira paulistana para o segmento de ônibus organizada pela NTU, Associação Nacional das Empresas do Transportes Urbanos, para apresentar novos planos de manutenção criados para os operadores do transporte de passageiros.

O cliente poderá optar por três modalidades: a Basic Buc, a Select Bus e Complete Bus. A primeira cobre as manutenções preventiva de acordo com as revisões programadas dos veículos. Inclui óleos, fluídos e mão de obra em contrato de 1 a 5 anos. A segunda, além das intervenções preventivas, estende-se aos serviços corretivos do trem de força e socorro mecânico 24 horas via 0800 em contrato de 3 a 5 anos e, a terceira, adiciona ao plano a troca de itens de desgaste conforme a durabilidade das peças. Os serviços são válidos em toda a rede de concessionários da marca.

Segundo Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing de ônibus da fabricante, os planos de manutenção têm objetivo de manter os veículos em ordem, além de garantir a disponibilidade da frota. “Mão de obra especializada e ferramentas apropriadas fazem toda a diferença na execução do trabalho, mantendo a qualidade dos veículos por longos períodos. Outra vantagem é o que o cliente pode prever os custos preventivos e corretivos de manutenção, o que proporciona maior controle de fluxo de caixa para as operações comerciais de sua frota.”

A Mercedes-Benz também leva para o evento novos recursos tecnológicos, como a Telediagnose, função que será oferecida como opcional no sistema de gestão de frota e rastreamento FleetBoard a partir de outubro. O novo serviço identifica falhas durante a operação e, por meio de uma central, aciona o gestor da frota para propor a melhor solução. O monitoramento é feito 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Outro recurso que a fabricante começa a oferecer a partir deste mês como item de série para toda a sua linha de ônibus é o EIS (Engine Idle Shutdown), sistema de desligamento automático do motor. O dispositivo desliga o motor quando o veículo fica por até 4 minutos parado em ponto morto e freio de mão acionado. “É uma situação muito comum em garagens, rodoviárias, terminais urbanos e pontos de parada”, lembra Barbosa. “Nessas circunstâncias, a solução proporciona economia no consumo de combustível, além de reduzir as emissões de poluentes e de ruídos.”

As inovações tecnológicas seguem com o RKM, sistema de recuperação de energia elétrica, que a marca passará a oferecer no início do ano que vem especialmente para os chassis de ônibus articulados e superarticulados. O sistema aproveita a reserva de capacidade de energia elétrica produzida pelos alternadores do veículo e a armazena em super capacitores. A energia elétrica armazenada, então, é aproveitada por qualquer componente que consuma energia, de acordo com a operação do veículo.

“Com os super capacitores carregados, o RKM proporciona uma carga de energia elétrica que normalmente é fornecida pelos alternadores, que são acionados pelo motor do veículo. Ao liberar os alternadores dessa função, o sistema proporciona uma economia no consumo de combustível”, conta o diretor de vendas. “Nos testes realizados foram registradas economias médias de cerca de 2%.”

A Transpúblico estará de portas abertas de 29 a 31 de agosto no Transamerica Expo Center, em São Paulo.


Notícias relacionadas