Vendas de usados em alta

Comércio de caminhões de segunda mão segue aquecido

Foto: Mercedes-Benz

Enquanto o mercado interno de caminhões novos sinaliza uma retomada gradual após três de anos de retração, o de usados trilha pelo caminho do crescimento.

De acordo com os dados da Fenabrave, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, de janeiro a agosto ocorreram 227.867 transferências, volume 4,31% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, de 218.452 transações.

Somente em agosto, 34.136 caminhões mudaram de dono, altas de 8% sobre as 31.608 transferências registradas um ano antes e de 12,83% na comparação com o julho, quando 30.254 caminhões mudaram de mão.

No mercado de usados também a Mercedes-Benz lidera a preferência nos negócios, com 38,5% de participação no acumulado do ano até agosto. A Volkswagen Caminhões e Ônibus ocupa a vice-liderança, com fatia de 21,5%, seguida pela Ford (17%), Scania (8,5%), Volvo (7,14%) e Iveco (4,2%). Todas as outras marcas juntas participaram com 3,16% das transações ocorridas no ano.


Notícias relacionadas