Thor ET-One, o caminhão elétrico rival de gigantes

Pequena empresa californiana apresenta protótipo para ser a base de soluções individualizadas em frotas

Elétrico Thor ET-One Foto: Thor Trucks

Depois do alvoroço criado por Elon Musk, presidente da Tesla, ao apresentar o Semi, em meados de novembro, mais um caminhão elétrico dá as caras nos Estados Unidos, o ET-One, da Thor Trucks.

Mas diferentemente da Tesla, ou de grandes corporações do setor automotivo nas quais dinheiro não problema, a Thor nasceu do próprio bolso de dois empreendedores de 25 anos, Dakota Semler e Giordano Sordoni, colegas da Universidade de George Washington.

Apesar de pequenos, são apenas 18 funcionários que trabalham em um armazém de 30 mil m³ localizado ao norte de Los Angeles, a Thor Truck compensa seu tamanho com a experiência de veteranos oriundos de empresas como Boeing e das fabricantes de veículos elétricos BYD e Faraday Future.

O ET-One, ao contrário de seus pares rivais já apresentados, foi construído a partir de uma base já conhecida pelo mercado transportador. O chassi vem de um caminhão International, do Grupo Navistar, e os eixos são da Dana. O motor a diesel deu lugar a um elétrico fornecido pela TM4 e as baterias, da LG Chem, montadas sob saias laterais em ambos os lados do modelo, resultam de uma solução caseira.

O uso de componentes fornecidos por companhias já estabelecidas é a estratégia da Thor para crescer e poder entregar soluções mais adequadas a cada necessidade de transporte. A empresa acredita que desta maneira proporciona confiança aos clientes, porque grande frotistas não querem ouvir que 90% das peças foram desenvolvidas no primeiro ano de existência de uma companhia.

Com visual dos cinematográficos Transformers, a proposta do ET-One é atender aplicações rodoviárias de curtas distâncias em operações regionais. O modelo, com opção de motores que desenvolvem de 300 a 700 cv, tem autonomia para 480 km e capacidade para 36 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC). Em breve, a empresa promete apresentar uma versão para 160 km. Uma carga total nas baterias poderá ser feita em 90 minutos.

De acordo com a companhia, os resultados que o ET-One proporcionarão ao frotista são imbatíveis, se comparados com as operações baseadas no caminhão a diesel. Ao operar com o veículo elétrico, o transportador fará economia de 60% no custo manutenção por km rodado, como também será 70% mais barato para fazer o caminhão rodar, no caso, o gasto com o combustível.

A estimativa da Thor é de que as primeiras unidades para demonstração estejam prontas em 2018 e a produção em série comece em 2019. Os preços irão variar de US$ 150.000 a US$ 250.000, de acordo com a autonomia e a potência do veículo.


Notícias relacionadas