Scania R440: o mais vendido na história da marca no País.

Modelo ultrapassou as vendas do T113, da década de 1990, até então o campeão de vendas da fabricante

Scania R440 Foto: Scania

O Scania R440 entra para a história como caminhão mais vendido da marca no País. Desde que foi lançado, em janeiro de 2012 até outubro de 2017, o mercado já absorveu 26.921 unidades do modelo. O volume desbanca o título de mais vendido do T113, ícone do transporte rodoviário de carga oferecido pela fabricante entre os anos de 1991 e 1998, período no qual foram licenciadas 26.731 unidades.

Se já não bastasse o recorde conquistado no portfólio de produtos da empresa, o R440 também deverá se consagrar como o caminhão vendido no mercado brasileiro em 2017, como se mantém, ao menos pela contabilidade dos dez primeiros meses do ano. De acordo com dados da Fenabrave, a federação que reúne a rede de distribuidoras das fabricantes, no acumulado até outubro 2.196 unidades do modelo ganharam as estradas. Nenhum outro caminhão apresenta vendas tão favoráveis. O leve VW 8.160 é o que chega mais perto, com 1.994 unidades emplacadas durante o ano.

O volume de emplacamentos do R440 acumulado até agora também representou a liderança no mercado de caminhões pesados, com 15,1% de participação, desempenho que também deixa longe seus competidores diretos na categoria. “A Scania é uma das poucas fabricantes que conseguiu obter resultado positivo em meio a crise. Se agora a categoria de pesados cresce 6%, a marca registra 14% de crescimento’, disse Roberto Barral, diretor geral da Scania no Brasil, durante a Fenatran 2017. “Mais uma prova de que estamos no caminho certo com nossas soluções e produtos.”

No ranking dos cinco caminhões pesados mais vendidos até outubro, o Volvo FH460 aparece como o vice-líder, com 1.570 unidades vendidas ou fatia de 10,79% do segmento. Em terceiro lugar, outro Volvo, o FH560, vendeu 1.486 unidades, o que significou participação de 10,22%. O Mercedes-Benz Axor 3344 ficou em quarto, com 827 caminhões vendidos (5,67%) e, em quinto, o DAF XF105, com 651 unidades licenciadas (4,48%).

 

 


Notícias relacionadas