Ford acelera a produção de caminhões

Projeção é de que o volume cresça 45% no primeiro trimestre de 2018

Ford aumenta o ritmo de produção em SBC Foto: Ford Caminhões

A estimativa de maior demanda por caminhões logo no primeiro trimestre de 2018 fez a Ford Caminhões reprogramar o ritmo de produção da fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

A montadora não revela os números, em comunicado se limita a dizer que aumentará em torno de 45% o volume de caminhões montados na comparação com os últimos três meses de 2017.

A decisão da fabricante é baseada nos indicadores de retomada da indústria, como também no ânimo apresentado pelos transportadores durante a Fenatran 2017, realizada há dois meses. Somente na feira, a Ford diz ter negociado 800 caminhões.

“Desde outubro a indústria voltou ao patamar de vendas de 5.000 caminhões por mês e deve fechar o último trimestre com um crescimento de 35% comparado ao mesmo período do ano passado”, estima Carlos Gasquez, gerente nacional de Vendas da Ford Caminhões. “A expectativa é fechar 2017 no mesmo nível do ano passado e voltar a crescer em 2018, o que nos levou a redimensionar o programa de produção.”

Os mercados internacionais também contribuíram com o novo planejamento de produção da companhia. De acordo com a Ford, 35% do volume de caminhões produzidos na fábrica do ABC são exportados, principalmente para Chile, Argentina e Colômbia.

A empresa adianta que o crescimento na produção não implicará em dias a mais de trabalho muito menos horas extras. Desde o ano passado a unidade de São Bernardo do Campo opera a partir de um novo modelo, o chamado Projeto Fusão, no qual os times de colaboradores, em dias alternados, atuam tanto nas linhas de automóveis quanto de caminhões.


Notícias relacionadas