Caminhão Scania para a construção agora tem nome: XT.

Montadora cumpre mais uma etapa de lançamentos de sua nova geração de produtos

Foto: Scania Trucks

Enquanto no Brasil a Scania introduzia novas soluções globais de produtos e serviços para o segmento da mineração com o Heavy Tipper, na Europa a montadora prosseguia com a segunda etapa de lançamentos da sua nova geração de caminhões, agora, para atender ao negócio da construção. Ao se considerar as ofertas apresentadas, a fabricante está disposta a ser a primeira candidata do cliente na hora de escolher os veículos para o canteiro de obras.

Graças ao seu processo de produção modular, no qual permite construir diferentes caminhões com o menor números de componentes, a Scania preparou um arsenal de opções com o lançamento de uma gama desenvolvida especialmente para o setor da construção, a XT.

Para a nova linha a montadora concebeu e um amplo e variado portfólio de configurações capaz de entregar a melhor solução, seja no produto ou no serviço, desde planos de manutenção a programas de gerenciamento de frota passando por oficinas dedicadas no local do cliente.

Para atender às atividades da construção, a Scania praticamente dispôs de tudo o que tem na prateleira. O construtor pode encomendar seu XT a partir das cabines P, G, R e S em diferentes arranjos de altura e espaço interno combinadas com motores de 280 cv a 730 cv, como também configurações 4×2, 6×4 e 8×4.

“O design modular é a grande proposta de valor para o cliente”, diz em nota Anders Lampinen, diretor de produto para construção da Scania Trucks. “Ele tem acesso a soluções otimizadas, sem custos comprometedores ao negócio ou dificuldades no fornecimento de peças sobressalentes. Também não importa se o condutor trafega essencialmente em áreas urbanas durante o dia ou em estradas rurais remotas ou se precisa passar a noite no veículo. Cada caminhão para o setor de construção pode ser equipado com a cabine ideal.”

Os modelos XT ainda trazem recursos específicos, como a possiblidade de combinar suspensão metálica e pneumática a fim de atender ao compromisso de entregar conforto e capacidade nas severas condições dos canteiros de obra. Algumas versões também receberam entradas de ar mais elevadas especialmente para enfrentar o ambiente empoeirado. De acordo com a montadora, os filtros do XT podem suportar até 40 quilos de poeira antes de precisar de manutenção, o que quadriplica os intervalos de parada programada.

Outro dispositivo especialmente introduzido na nova linha é o freio de mão automático, a exemplo do que é encontrado em carros passeios. No caso, porém, além de redimensionado para atuar em um veículo pesado, o sistema é inteligente. Entra em ação em condições de paradas consecutivas de tráfego, ao perceber que o cinto de segurança foi desafivelado ou quando uma das portas foi aberta.

A Scania preparou três etapas de lançamento da nova geração de caminhões. A primeira, ocorrida em outubro do ano passado, empresa revelou os modelos rodoviários, dedicados às aplicações de longa distâncias. Agora, depois de lançar os fora de estrada, fica faltando somente os veículos para os ambientes urbanos. A Next Generation, como a montadora definiu o novo portfólio de produtos, é fruto de dez anos de desenvolvimento e investimento superior a € 2 bilhões.


Notícias relacionadas